Posted by: JPP | 28/02/2010

ENTRADAS: UMA COLECÇÃO DE MATERIAIS DA DIREITA RADICAL

Cedade NS Bulletin USA.

To Antidoto, Vlaams Belang.

Notre Europe, Diorama LetterarioMundo NS.

Le Choc, Le Chêne.

Avanguardia, Courrier du Continent, L’Assault.

Entrou no ARQUIVO uma importante e valiosa colecção de materiais ligados aos movimentos da extrema-direita, neo-fascistas, neo-nazis, nacional-bolcheviques, etc. em todo mundo, de que se fez aqui uma primeira referência. De Portugal à Nova Zelândia existem documentos, cartazes, revistas, emblemas, bandeiras, etc. repreesentando vários períodos de tempo, desde a guerra civil de Espanha e a II Guerra Mundial, mas cobrindo com mais detalhe  as décadas de 70, 80 e 90 do século passado. Agradeço ao antigo militante da direita radical que a ofereceu e que deseja permanecer anónimo, por esta valiosa colecção, não só em termos documentais e de investigação, mas mesmo em termos patrimoniais. Tentarei corresponder às suas intenções procedendo à sua organização e conservação, assim como a colocação em linha dos seus materiais mais significativos.

Braçadeira de serviço de ordem (com a “Francisque”).

Insígnias de pano do grupo Blood and Honour  e do Pamyat.

Emblemas (da esquerda para a direita, runa odal ᛟ, cruz céltica, cruz gamada,  emblema do Partido Nacional Socialista, símbolo nacional-bolchevique, emblema croata).

Porta-chaves (do Movimento Sociale Italiano e cruz céltica)  e isqueiro apologético de Hitler com a “cruz de ferro”.

Medalha do Die Republikaner; REP, partido de direita alemão contra a emigração.

Uma parte da colecção já deu entrada no ARQUIVO compreendendo bandeiras, emblemas, objectos de propaganda e identidade, e cerca de 100 cartazes, alguns de grande raridade como os que comemoram o centenário de Hitler ou a campanha internacional para a libertação de Rudolf Hess, ou um assinado, com uma dedicatória manuscrita  a Portugal,  por Léon Degrelle. Entrou também uma grande colecção de revistas e panfletos, incluindo todos os títulos mais significativos desta área política a nível global (entre muitos outros: Diorama Letterario, Lectures Françaises, Minute, NSV Repport , Vlaams Blok, Vlaams Belang, Le Chêne+MNR , Pas de Panique a Bord, Terre et Peuple, Résistance, Cubanet, CDL Repport, Cedade, Tribuna de Europa, Mundo NS, Bajo la Tirania, Vigilant, Action National, Democrat Suisse, NS Bulletin USA, Forces Nouvelles, Revolution Européenne, etc). Muitos outros títulos são de pequenas publicações e fanzines, nalguns casos clandestinos.

Entrou igualmente um grupo de livros e revistas  “revisionistas” (lista em anexo) e mais alguns materiais avulsos e de difícil classificação.

Será feita uma nota à parte sobre Portugal e sobre alguns materiais em anexo que foram igualmente oferecidos e que não dizem respeito à colecção da direita radical

LIVROS

  • El Talmud desenmascarado! – Ver. I.B. Prainatis – La Verdade, Buenos Aires, 1981
  • L’Holocauste au Scanner – Jurgen Graf – Guideon Burg Verlag, Bâle, 1993
  • Worlwide growth and impacct of ‘Holocaust Revisionism’ – IRH, Costa Mesa, CA, 1987
  • Antwort auf die Goldhagen und Spielberglugen, VHO, Berchem, 1998
  • La controverse sur l’extermination des juifs par les allemands, Tome 1, Jean-Marie Boisdefeu, VHO, Anvers, 1996
  • La controverse sur l’extermination des juifs par les allemands, Tome 2, Jean-Marie Boisdefeu, VHO, Anvers, 1996
  • The Stench of the Zundel Trial – Liberty Bell Pub., Reedy, 1986
  • Vérité Historique ou Vérité Politique – Serge Thion – La Vieille Taupe, Paris, 1980
  • Quem Escreveu o Diário de Anne Frank – Robert Faurisson – Revisão, Porto Alegre, 1990
  • Réponse a Pierre Vidal-Naquet – Robert Faurisson – La Vieille Taupe, Paris, 1982
  • The man who invented ‘genocide’ – James J. Martin – IHR, Torrance, 1984
  • Le Mensonge d’Auschwitz – Thies Christophersen – Courrier du Continent, Lausanne, 1976
  • 120 Preguntas sobre el holocaust – C. Weber – Wotan, Barcelona, 1984
  • Description, analyse et critique de la loi du 1er Juillet 1972 dite «antiraciste» – Eric Delcroix – La Libre Parole, 1988
  • Mémoire en defense, Josef Kramer contre Josef Kramer – L’Aigle Noir – Polémiques, Paris, 1988
  • Los “Protocolos dee Auschwitz”: una fuente histórica? – Enrique Aynat – Garcia Hispan Ed., Alicante, 1990
  • Le Procés Barbie ou le Shoah-business a Lyon – André Chelain – Polémiques, Paris, 1987
  • Droit et Histoire – Pierre Guillaume – La Vieille Taupe, Paris, 1986
  • SOS para Alemanha – S.E. Castan – Revisão, Porto Alegre
  • Acabou o gás – S.E. Castan – Revisão, Porto Alegre, 1989
  • Absolucion para Hitler – Gerd Honsik – Revision, Buenos Aires, 1990
  • El Drama de los Judios Europeos – Paul Rassinier – Acervo, Barcelona, 1976
  • Le mythe d’Auschwitz – Wilhelm Staglich – La Vieille Taupe, Paris, 1986
  • Informe Leuchter – Cedade, Madrid, 1989
  • Le mensonge d’Ulysse – Paul Rassiner – La Vieille Taupe, Paris, 1979
  • Le véritable process Eichmann – Paul Rassiner – La Vieille Taupe, Paris, 1983
  • The great holocaust trial – Michael A. Hoffman II – IHR, Torrance, 1985
  • Hitler, culpado ou inocente – Sérgio Oliveira – Revisão, Porto Alegre, 1989
  • Holocaust jewish ou german? S.E. Castan – Revisão, Porto Alegre, 1988
  • Holocausto judeu ou alemão? S.E. Castan – Revisão, Porto Alegre, 1989
  • Rapport technique sur les chambres à gaz – Fred Leuchter – RHNC, Paris, 1988
  • Des documents photographiques historiques – Udo Walendy – Verlag fur Volkstum und Zeitgeschichtsforschung
  • La fabula del Holocausto – Arthur R. Butz – Cero, Palma de Maiorca
  • The hoax of the twentieth century – Arthur R. Butz – IRP, Sussex, 1976
  • Made in Russia the Holocaust – Carlos Porter – HRP, 1988
  • The six million reconsidered, HRP, 1979
  • Six millions de morts le sont-ils réelement? – Richard Harwood – HRP

REVISTAS

  • Revision no 1 e 2 , Buenos Aires, 1992
  • Liberty Bell, vol. 13, nº 4, Dec. 1985 (The Great Holocaust Trial)
  • Annales d’Histoire Revisioniste, (colecção completa de 8 números) 1987/1990, Paris
  • Revue d’Histoire revisioniste, (colecção completa de 6 números) 1990/1992, Paris
  • Nº 1, 2 e 3 La Vieille Taupe, 1995/1996, Paris, boletim confidencial (o nº 2 é a primeira edição de «Les myhes fondateurs de la politique israélienne, de R. Garaudy e o nº 3 a tradução de «Histoire Juive – Religion Juive» de Israel Shahak, com prefácio de Gire Vidal)
  • Révision (nº 5 a 22), 1989/90

Deixar uma resposta

Categorias