FILME SOBRE A CENSURA DE RAFAEL ANTUNES COM UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS DO EPHEMERA

Está em fase final de preparação o filme sobre a censura Lápis Azul, realizado por Rafael Manuel Patrão Tavares Antunes Martins, no âmbito da sua Tese de Mestrado em Estudos Cinematográficos realizado na Universidade Lusófona. O projecto é assim descrito pelo autor:

O Lápis Azul, teve como principal objectivo, o desenvolvimento de uma narrativa Transmedia que associa diferentes plataformas e tecnologias, com cruzamentos narrativos e dramáticos.

As narrativas que atravessam múltiplas plataformas permitem que os conteúdos sejam mais rentáveis e coerentes, prolongam a vida dos conteúdos, criam hábitos e fluxos de consumo entre plataformas, oferecendo novas oportunidades de financiamento para os criadores e produtores, concebendo uma experiência mais gratificante para os consumidores.

A partir de um núcleo central constituído por um filme de ficção baseado em factos reais, a narrativa vai estender-se por um documentário com personalidades que foram visados pela censura, um site com material de arquivo com notícias e livros censurados com as considerações dos censores, um jogo online que desafia a escrita sobre temas sensíveis à censura.

O filme utiliza, entre outros,  materiais publicados no EPHEMERA, e inéditos existentes no ARQUIVO DA CENSURA no ARQUIVO / BIBLIOTECA, assim como uma entrevista dada por mim a Rafael Antunes.

Filmagem na biblioteca.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply