AGRADECIMENTOS, ENTRADAS E NOTÍCIAS

EM ACTUALIZAÇÃO

Imprensa do PCP(ML) e do Partido Trabalhista.

Agradeço a a Américo Ventura a oferta de, segundo a sua descrição,  “cerca de  1300 itens relacionados com a actividade do movimento associativo estudantil de Lisboa (cerca de 200) e de organizações políticas em Portugal publicados na década de 70, embora com especial incidência no período pós-25 de Abril. Trata-se fundamentalmente de comunicados, panfletos e publicações periódicas partidárias, principalmente de vários grupos M-L (592), com maior relevância do PCP(m-l), AOC e organizações «satélites» (429) (Jornais “Unidade Popular”,” A Voz do Trabalhador”, “O Novo Militante” – encadernado,” Estrela Vermelha” – encadernado,” Seara Vermelha”, etc.).” Para além deste núcleo documental, vieram várias exemplares de revistas como a Seara Nova, Tempo e o Modo, Análise Social, Vida Mundial (1971-7), etc.

Uma primeira observação preliminar mostra a importância das colecções de imprensa do PCP(ML), quer da imprensa central, quer de publicações de células  e outras, com pequenas tiragens. De particular interesse são as colecções relativas ao Partido Trabalhista (não é o actual Partido Trabalhista Português) , criado após a extinção do PCP(ML) no final da década de 70.

Vários.

*

Agradeço aos muitos amigos e colaboradores do EPHEMERA ( JS, RM, Ana C., Francisco Horta, Catarina Horta, Teresa PP, Mafalda Braz Teixeira, José Carlos Santos, Maria Faustino,  Álvaro Silva, Joaquim Matias, António Leal, etc., etc.) o envio de um grande número de materiais relativos às eleições autárquicas de 2013. Neste momento, há materiais, nuns casos mais, noutros menos, de cerca de 100 concelhos, um terço do conjunto. Em 2009, foi possível cobrir cerca de 200 e ainda há muito material por publicar. A cobertura das freguesias ainda é muito pequena, sendo que muitas campanhas de freguesia ainda não se manifestaram em cartazes, panfltos, etc. O apelo, que várias vezes fiz, repito-o de novo: para se garantir o acompanhamento sistemático das campanhas, há muita informação que é time sensitive. Há várias levas de cartazes, alguns dos quais já foram substituídos. E a 30 de Setembro vai quase tudo para o lixo…

*

Como já devem ter visto (ouvido…) começaram a ser incluídos no EPHEMERA , registos sonoros digiralizados de alguns discos antigos de 33 e 45 rotações que se encontram no ARQUIVO / BIBLIOTECA, muitos dos quais raros e inacessíveis, outros em risco de deterioração. Numa fase seguinte, vão começar a ser divulgadas bandas magnéticas e cassetes gravadas originais que se encontram guardadas em número significativo nalguns núcleos e espólios, como é o caso do Arquivo do PCP(ML) / Norte e no Arquivo Sá Carneiro.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply