NOTÍCIAS DO EPHEMERA: AGRADECIMENTOS, ENTRADAS, RECOLHAS

IMG_7815
Recolha de cartazes.

A recolha magnífica de fotografias da Marcha organizada ontem pela CDU, que ainda não está completamente publicada (falta um conjunto de fotografias de João Ventura) deve-se ao trabalho de um grupo de amigos do EPHEMERA  que mais uma vez dedicaram o seu esforço (e foi muito devido ao calor e à extensão da Marcha) a cobrir um evento político significativo. Desta vez, à cobertura fotográfica e à recolha de panfletos, associou-se uma recolha de dezenas de cartazes usados na manifestação, assim como de algumas faixas, e que contou com a ajuda de alguns dos membros do PCP ligados á organização, a que também agradeço. Um dia se verá como nesses cartazes (e nos recolhidos em manifestações anteriores) se encontra a possibilidade de se fazer uma exposição histórica única  destes anos da “crise” no sentido em que não existe nenhuma instituição pública que recolha este tipo de material.

*

Agradeço a João Augusto Aldeia o envio de uma colecção completa digitalizada dos  18 números do jornal Povo de Sesimbra (1975.1976), ligado ao MRPP. As capas já foram publicadas e em breve os números completos estarão disponíveis (ver VOZ DE SESIMBRA / POVO DE SESIMBRA).

*

IMG_6037

Entrou, por aquisição, no ARQUIVO / BIBLIOTECA um conjunto de papéis (manuscritos, originais dactilografados, correspondência, relatórios oficiais, material “secreto” e “muito secreto” sobre a guerra colonial, em particular sobre a Guiné, telegramas, fotografias, recortes, mapas,  etc.) oriundos do espólio do antigo Ministro da Defesa e do Ultramar Joaquim da Silva e Cunha. O destino deste espólio, de que uma parte felizmente se encontra na Torre do Tombo, merece uma reflexão sobre o modo como se conserva a memória histórica em Portugal. Na verdade, uma parte desse espólio foi parar a um circuito comercial muito pouco escrupuloso sobre o valor daquilo que adquiriu, certamente por quase nada. A parte que adquiri, em grande parte para evitar maior dispersão, já tinha sido sujeita a uma purga que desmembrou pastas de documentação que deveriam permanecer integrais, retirou documentos e correspondência de séries que vão ficar para sempre incompletas, etc. É penoso ver o que se passou e voltarei a esta matéria logo que apareçam, como vão aparecer, no mercado mais peças a retalho deste espólio.

Embora a dimensão destas caixas dê uma ideia errada sobre a documentação, visto que algumas estavam vazias e outras repletas  de papéis inúteis, – erro meu que não as verifiquei a todas, – contém mesmo assim documentos fundamentais para a história da política colonial, como seja por exemplo, um conjunto de pastas com correspondência original dos governadores das diferentes colónias, ou papéis importantes do ponto de vista biográfico, como a correspondência enviada a Silva e Cunha quando esteve preso depois do 25 de Abril. Em breve darei notícias sobre estes papéis.

*

2015-06-04 12.32.04

Agradeço, mais uma vez a Márcia Lopes que, no Brasil, tem recolhido material eleitoral e outra documentação que envia regularmente para o EPHEMERA. Chegou agora mais um pacote com cerca de 2,5 quilos de novo material, que será digitalizado e publicado.

(Continua.)

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta