NOTÍCIAS DO EPHEMERA: “O FANTASMA DE BORGES VAGANDO FELIZ PELOS CORREDORES” (JOSÉ EDUARDO AGUALUSA)

13 de julho de 2015(…)

Visitei recentemente aquela que deve ser a maior biblioteca privada de Portugal. Pertence a José Pacheco Pereira, conhecido e respeitado comentador político. Pereira começou por adquirir um casarão enorme numa localidade perto de Lisboa, mas depressa compreendeu que não iria conseguir colocar lá todos os seus livros — mais de cem mil. Então foi comprando as propriedades em redor — uma escola, um lagar, um quartel da polícia —, e agora a biblioteca estende-se por todos aqueles espaços. Emergimos de um corredor sombrio e estamos num pátio e logo a seguir nos antigos calabouços da polícia, sempre entre livros. A biblioteca ameaça devorar a povoação inteira. Imagino o furor noturno nas estantes dobradas ao peso dos livros. Os desvairados títulos que ali se engendram. O fantasma de Borges vagando feliz pelos corredores.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta