EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA ( DE 21 A 27 DE MARÇO DE 2016)

EM CONSTRUÇÃO

Ver  EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA ( DE 21 A 27 DE MARÇO DE 2016) – SUPLEMENTO DA BIBLIOTECA

PRIMEIRO DEBATE DO EPHEMERA:

OS AUTOCOLANTES : INSTRUMENTO DE REIVINDICAÇÃO POLÍTICA

25 de março de 2016Entre as actividades associadas ao ARQUIVO / BIBLIOTECA EPHEMERA, que em 2016 conhecem um significativo incremento com a consolidação da COLECÇÃO EPHEMERA  na Tinta da China e com o espaço em Lisboa que funcionará como entreposto de recolha e   trabalho preliminar antes da entrada de alguns acervos e espólio no seu local definitivo, está a organização de uma série de conversas, palestras, debates e conferências debaixo do título comum de DEBATES DO EPHEMERA.

A primeira será realizada em colaboração com a Associação 25 de Abril, na sua sede, às 16.30 horas do domingo dia 24 de Abril e terá como tema Os Autocolantes: Instrumentos de reivindicação política  e será em castelhano, com projecção de imagens. O orador será Miguel Sánchez Gutierrez, autor, historiador, responsável durante muitos anos dos arquivos mineiros de Hunosa, e um dos maiores coleccionadores de “pegatinas” políticas em Espanha (cerca de 60.000). Recentemente deu uma entrevista sobre a sua colecção e sobre o papel dos autocolantes na propaganda política.

Em breve, haverá mais pormenores sobre o primeiro DEBATE DO EPHEMERA em colaboração com a Associação 25 de Abril.

COLECÇÃO EPHEMERA

Estão numa fase avançada os três próximos volumes da colecção que o ARQUIVO /BIBLIOTECA está a publicar com a editora Tinta da China, usando materiais inéditos existentes no arquivo. Serão mais três volumes, um dedicado à propaganda da “acção psicológica” contra a FRELIMO na fase final da guerra colonial (de autoria de Aniceto Afonso e Carlos Matos Gomes); o segundo catálogo de autocolantes, desta vez das organizações da FUR (FSP, LCI, MES, LUAR, PRP) , de autoria de José Pacheco Pereira e Júlio Sequeira; e um volume sobre a LUAR de autoria de Fernando Pereira Marques.

De todos o que se encontra numa fase mais avançada é

de que apresentamos aqui uma capa provisória e uma das reproduções.

O NOVO ESPAÇO DO EPHEMERA EM LISBOA NA 

26 de março de 2016

26 de março de 2016 (2)Agradeço a José Pinho a cedência de um espaço no interior da Livraria Ler Devagar na LX Factory, um dos espaços culturais mais emblemáticos  de Lisboa. O espaço fica no andar superior ao lado da rotativa e, após trabalhos de arrumação e destinados a garantir a segurança do espaço, estará em condições de funcionamento no próximo mês.  Fica assim resolvido o problema de encontrar uma espécie de entreposto no qual se recebam os materiais que, cada vez em maior número, são oferecidos ao ARQUIVO / BIBLIOTECA, e a possibilidade de, com maior facilidade, poder usar o trabalho dos muitos voluntários  para garantir a triagem, organização, inventariação, fotografia e digitalização. Uma parte dos acervos e espólios podem assim entrar no ARQUIVO / BIBLIOTECA já em condições de serem arrumados no local definitivo.

Em complemento, haverá uma vitrina em exposição no corpo principal da livraria em que serão expostos alguns dos materiais entrados no ARQUIVO / BIBLIOTECA, mudando-se o seu conteúdo regularmente. Está-se a trabalhar para que a primeira exposição seja dos materiais entrados relativos às eleições americanas de 2016-7. Aí se poderá ver propaganda original das candidaturas de Donald Trump, Marco Rubio, Ted Cruz, Hillary Clinton, Bernie Sanders, e dos “third parties” como o Prohibition Party, o Socialist Party, etc.

*

 

AGRADECIMENTOS E ENTRADAS

Entrou, por aquisição, um conjunto de fotografias de Silva Rodrigues a preto e branco. Nelas se inclui várias séries de fotografias tiradas nas oficinas de manutenção da TAP já há vários.

*

Num grupo de papéis adquiridos por outras razões vinha um conjunto de documentos relacionados com a aviação, muito provavelmente pertença de um aviador militar. Vão acrescentar-se à colecção de MIlitaria

*

Agradeço a Jorge Henriques o contínuo fluxo de documentos, cartazes, fotos, etc. que tem enviado para o EPHEMERA. Num recente envio chegaram materiais sobre as eleições para a Distrital do PSD de Aveiro, o MDM, a Fraternidade Operária, cartões de sindicatos, pins, calendários eleitorais e outros, autocolantes, panfletos, etc.

*

Agradeço a Marieta Benito a oferta de um conjunto de cartazes do PCP, do 25 de Abril, etc. incluindo alguns feitos pelo seu tio António Guerra cujos papéis está a organizar:

“Um dos conjuntos de cartazes tem uma particularidade que gostaria de lhe dar a saber. O autor das fotografias, foi um tio meu (António Guerra), o mesmo autor da fotografia que se encontra no romance “Avieiros” de Alves Redol (nova versão com prefácio do autor – 5ª. edição, 1968, publicações Europa-América), bem como foi o autor das fotos incluídas na 1ª. edição do livro “Constantino, Guardador de Vacas e de Sonhos”, também do Redol. O meu tio e o Redol eram muito amigos, ambos de Vila Franca de Xira e acabaram por ter os dois casa no Freixial. Colaboraram em muitas acções culturais em Vila Franca de Xira.”

*

Agradeço a António / Denise Moreira a oferta de uma pequena biblioteca que está em curso de inventariação e organização. Como sempre há surpresas: no meio de outros livros há uma biblioteca muito especializada em astrologia, espiritismo, magia, hipnotismo, radiestesia, magnetismo pessoal, teosofia, etc. Este tipo de livros já me tinham recentemente aparecido noutra biblioteca oferecida, mas agora esta parece ser de um/a praticante, em França, nos anos 20-40 do século XX e muito mais especializada.(Alguns dos primeiros títulos recenseados já se encontram no SUPLEMENTO DA BIBLIOTECA.)

*

(Em breve.)

 

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta