DETECTIVE DOS ARQUIVOS

Desta vez foi mesmo do lixo, limpo, antes de ser recolhido. Uma amiga do EPHEMERA, que mora na zona de Oeiras, reparou que tinha sido deixada para recolha do lixo uma pilha grande de  livros e um embrulho com uma pasta antiga atado por um fio. A biblioteca era uma antiga biblioteca colonial, principalmente com livros sobre Angola, e está ainda por ver de forma mais atenta. O embrulho suscitou mais atenção e consiste em milhares de páginas dactilografadas em castelhano, com pelo menos duas cópias, do que parece ser um guião para um filme, com anotações a lápis e numeração das cenas. Apesar de numa primeira procura no Google nada ter aparecido nem quanto ao nome do autor , – Isidro Martinez Pozal, – nem quanto ao “filme histórico” Filipe II , a dimensão do trabalho e o aparente grau de desenvolvimento do guião, aponta para que existam mais dados. Será que algum dos nossos amigos nos pode dizer alguma coisa?

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta