NOTAS DO ARQUIVO / BIBLIOTECA EPHEMERA

SUMÁRIO: 1. O SALÃO DE BELEZA EPHEMERA: 2. UMA VISITA AO ARMAZÉM DO BARREIRO; 3. O GUIÃO DOS “TOUROS DE MARY FOSTER” DE HENRIQUE CAMPOS

 

O SALÃO DE BELEZA EPHEMERA

Em Queijas, Algés Se non è vero, è ben trovato.

*

UMA VISITA AO ARMAZÉM DO BARREIRO

Organizada pela nossa amiga e colaboradora Ana Pinto, o armazém do Barreiro do EPHEMERA foi visitado por um grupo de jovens barreirenses que puderam ver o que lá fazemos, o que lá temos e falar com os nossos “trabalhadores” que lá estavam. Voltem sempre.

O BARREIRO SOMOS NÓS

Hoje, este grupo de jovens dos 12 aos 17 anos teve um dia de férias diferente, mas muito intenso!

Começámos com uma apresentação teórica, em que pusemos o Barreiro no mapa, compreendendo um pouco da sua História. O conhecimento torna-nos poderosos, mas também responsáveis pela construção da nossa cidade.

Depois,fizemos uma visita à Ephemera – Biblioteca/arquivo de José Pacheco Pereira, onde descobrimos que os livros, fotos, documentos e outros objetos que todos temos em casa podem vir a ter importância histórica. Porque cada um de nós é uma personagem da História que vamos construindo, individualmente e em comunidade.

(…)

 

*

Entrou no ARQUIVO o guião dactilografado  do filme de Henrique Campos Os Touros de Mary Foster estreado em 1972.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta