EPHEMERA DIÁRIO (1 DE ABRIL DE 2020) – UM “JORNALISTA” INFORMADOR (1951)

 

No ano de 1951, a Guerra Fria está no auge. Para o PCP e o conjunto da oposição, a entrada na década de 50 correspondeu a um momento muito difícil. A oposição estava dividida e o PCP isolado no Movimento Nacional Democrático (MND). Um “jornalista” de Novidades, um órgão ligado à Igreja, foi a uma conferência de imprensa do candidato do MND,  Ruy Luís Gomes, à Presidência da República e recolheu uma série de informações para enviar ao Ministro das Corporações. No original falta a página 2 e a 3 está repetida.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta