EPHEMERA DIÁRIO (2ª SÉRIE) – PAULINE, 2 ANOS EM 1975 (16 DE JANEIRO DE 2021)

 

Esta fotografia veio no meio de uma pilha de fotografias adquiridas a granel numa feira. A legenda, manuscrita no verso, diz que é uma fotografia de Pauline em 1975. A Pauline é hoje uma senhora de 47 anos, cuja vida espero tenha sido, e seja, feliz. A família, provavelmente os pais, eram comunistas e resolveram festejar o seu aniversário dos dois anos com a parafernália do PCP. Mas aquele chapéu de papel, aqui feito para adultos, tem uma longa história iconográfica nos desenhos e gravuras neo-realistas, como o chapéu feito de jornais para os meninos pobres. Era um símbolo da infância das crianças que não tinham infância, que não tinham brinquedos, a não ser uma espada de madeira. E esse chapéu fixa de vez a fotografia como sendo de uma criança, a rir-se contente com a cena, pioneira de uma causa que na altura nada lhe dizia, mas alegre com a encenação e o seu papel.

 

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply