EPHEMERA DIÁRIO (2ª SÉRIE) – YENAN, MAS QUE É ISSO DE YENAN? (26 DE JANEIRO DE 2021)

 

Talvez o título mais bizarro de um qualquer jornal clandestino (há mais um ou dois exemplos) seja Yenan, orgão do Círculo de Democracia Popular, a organização do MRPP para o mundo da cultura. Fazer um jornal clandestino mesmo em vésperas do 25 de Abril era muito difícil, exigia papel, tinta, uma m00áquina de escrever e um copiógrafo. Depois, precisava de ser distribuído, também clandestinamente. Tudo operações de risco.

Por isso mesmo, podia-se perguntar o que pensaria um habitante, por exemplo, em Torres Novas (de onde veio este exemplar ), ao ver este título estranho, chinês, distribuído no chão de uma rua, de noite. Claro que todos os maoístas sabiam muito bem de onde vinha o título, do local onde Mao Zedong e as forças militares comunistas se refugiaram de 1937 a 1947, perseguidos pelas tropas japonesas e nacionalistas. E a razão pela qual o título foi escolhido eram as “conversações” de Mao Zedong sobre literatura e arte, escritas e proferidas numa reunião em Yenan em 1942, que se tornaram no texto canónico do maoísmo sobre cultura.

Embora houvesse alguma controvérsia no MRPP sobre a legibilidade do título, a verdade é que o mundo fechado e auto-referencial do maoísmo português (e não só) permitia estas coisas.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply