NÚCLEO EPHEMERA SPORT: LUSITANO CLUBE DE LISBOA

 

O Núcleo Ephemera Sport recebeu o espólio das taças e de alguma memorabília do Lusitano Clube de Lisboa, histórica coletividade de Alfama

Fundada no dia 1 de Dezembro 1905 por um grupos de conspiradores republicanos, a colectividade tinha a caraterística de o emblema ter as cores republicanas antes até do 5 de Outubro.

O Lusitano Clube foi uma colectividade muito importante na cidade de Lisboa, uma agremiação onde cultura popular e desporto popular foram sempre organizadas e divulgados. Era um espaço icónico do bairro coma algumas curiosidades como o ser, dizem os sócios mais velhos, a primeira colectividade a ter um telefone. E depois fado, teatro, bailes, desporto. Tudo isto com o passar do tempo e com a mudança no bairro, na cidade de Lisboa, com a sempre mais reduzida participação e envolvimento de pessoas no associativismo do bairro, o Clube esteve em risco de fechar na primeira década do sec. XXI quando uma nova geração de dirigentes, gente mais nova, pegou no Lusitano e o salvou, revitalizando a programação mas, sobretudo, cuidando e conservando o seu passado e o seu espólio.

Infelizmente os últimos anos foram muito penosos, para o Lusitano que estava a lutar para sobreviver numa cidade, Lisboa, num bairro, Alfama, que parece não interessar-se mais pelo seu património associativo e cultural. A pandemia, as restrições da DGS, deram o último empurrão ao clube que tinha vivido  uma traumática mudança de sede, da histórica na Rua S. João da Praça nº81 às Escolas Gerais nº 29, mas que continuava a resistir com a organização de inúmeras actividades culturais e sociais.

Em Outubro de 2020, o Lusitano Clube, por falta de meios para se sustentar, decidiu abandonar a sede e suspender as actividades mas o cuidado dos  dirigentes em poder preservar parte do espólio, fez com que o presidente entrasse em contato com o ARQUIVO EPHEMERA  que, com muito gosto recebeu um conjunto de cerca 70 peças, entre troféus, placas, fotografias e documentação vária, dos quais queremos realçar  diplomas de outras emblemáticas colectividades como os Leais Amigos, e uma placa de aniversário oferecida pelo SLB nos anos 70.

O Núcleo Ephemera Sport agradece a confiança que o Lusitano mostrou em doar-lhe este valioso material: não duvidem que vamos tratá-lo, preservá-lo e dá-lo a conhecer.

Para quem estiver interessado aqui vai o link do Documentário “111 anos e 10 dias”, sobre a  despedida da antiga sede na Rua S. João da Praça: .

(Euprémio Scarpa)

Alguns aspectos do espólio:

 

 

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply