1 Comment

  1. O acordo ortográfico é mais uma subserviência ao português que se escreve no Brasil. Quando ouço algumas «iluminárias» dizerem que Portugal não é o dono da lingua portuguesa, apetece-me exclamar que o dono se calhar é a China ou o Gabão ou coisa que o valha! Vivemos agora de chavões, que se não form contestados com veemência, ficam como verdades absolutas.
    A riqueza da língua portuguesa assenta precisamente na diversidade das ortografias usadas nas antigas colónias. A unificação ortográfica por lei é uma autêntica aberração que contraria a natural evolução local da língua, caracterizadora das condições sociais, culturais, éticas e políticas de cada povo e de cada país.

Deixar uma resposta