Posted by: JPP | 29/07/2009

ENTRADAS: ESPÓLIO DA FAMÍLIA COTTINELLI TELMO E FAMÍLIA LEITÃO DE BARROS / ESPÓLIO DO CORONEL MARQUES LEITÃO

IMG_0330 IMG_0336

Entrada das caixas e das estantes.

IMG_0340 IMG_0341

Mais caixas e o início da arrumação nas estantes.

29-Jul-09 FotografiaEntrou na Biblioteca / Arquivo, por oferta, o Espólio da Família Cottinelli Telmo e da Família Leitão de Barros, assim como o  Espólio do Coronel Marques Leitão, um conjunto valioso de livros, revistas, periódicos, documentos vários, em cerca de cinquenta caixas e seis grandes estantes. Trata-se de um conjunto de espólios oriundos de famílias com um papel fundamental na história cultural do Portugal do século XX, na literatura, no cinema, na “educação popular”, na arquitectura e em outras áreas . Os espólios serão organizados e inventariados e progressivamente as suas peças mais interessantes aqui publicadas.

Agradeço às Senhoras D. Isabel Cottinelli Telmo e sua irmã D. Maria Teresa, assim como às suas famílias, tão importante oferta.


Responses

  1. Toda a minha alma rejubila ao ver esse tesouro em mãos seguras. Acredito que quando o senhor sente o cheiro desses papéis, palpa a sua superfície rugosa e amarelecida (por onde passaram as mãos de tantas pessoas), repousa o olhar nos primoros desenhos e grafismos de notáveis artistas tantas vezes anónimos, só se pode sentir como o homem mais feliz do mundo. E, ao mesmo tempo, triste, por pensar em tanto que se perdeu e que nos poderia ajudar a construir com mais rigor o conhecimento histórico-social contemporâneo.
    Em cada folheto singelo, em cada bilhete de autocarro, em cada panfleto, ensaio, novela ou jornal está um pouco de nós todos, daquilo que somos hoje e daquilo que é Portugal agora.
    Muito obrigado por partilhar o seu tesouro com todos nós. Confesso-lhe que todos as manhãs corro avidamente para o Ephemera para – à distância – conhecer as novidades e tentar imaginar a felicidade suprema de viver com essa documentação.
    Tenho a certeza de que esse era o paraíso de que Borges falava.
    Obrigado por tudo, dr. Pacheco Pereira. Muito obrigado!


Deixar uma resposta

Categorias