ESPÓLIO MAURÍCIO PINTO / JUDITE MENDES DE ABREU (1) – MAURÍCIO PINTO – ÍNDICE (EM ORGANIZAÇÃO)

EM CONSTRUÇÃO

O Espólio Maurício Pinto / Judite Mendes de Abreu continua a ser organizado, em antecipação de mais uma entrada de documentos de e sobre Maurício Pinto. Nesse sentido foram organizadas mais um conjunto de pastas de arquivo, juntando documentos relativos á actuação destas figuras da vida económica, social e política da região de Coimbra e Figueira da Foz, durante todo o século XX.  Essa organização inclui os dois núcleos distintos de documentação, o de Maurìcio Pinto e o de Judite Mendes de Abreu, compreendendo o primeiro alguns núcleos de terceiros que foram recolhidos pelo próprio Maurício Pinto.

ESPÓLIO DE MAURÍCIO PINTO:

NOTAS BIOGRÁFICAS SOBRE MAURÍCIO PINTO

MAURÍCIO PINTO – LIVROS, BROCHURAS E FOLHETOS

– Pasta contendo documentos pessoais, títulos de propriedade, seguros, certificados, acções, etc.

00134

– Agendas pessoais, cadernos de apontamentos, etc.;

– Pasta compreendendo manuscritos, correspondência, notas e documentos pessoais de Maria Amélia Pereira Braz (1851-?), incluindo um longo manuscrito de memórias;

001ww

– Pasta “Associação de Instrução Popular e António Franco” ( (1918-1934) (correspondência);

– Pasta “Associação de Instrução Popular”  (contabilidade);

Pasta “Conferência Dr. José Jardim” (números de vários jornais com o texto e relato da conferência proferida em Abril de 1924);

– Originais dactilografados de artigos, conferências, textos de ficção, peças de teatro;

– Pasta “Terra de Encantos” (original da peça, vários poemas e partituras anexadas);

00222

Pasta “Caldeirada à Pescador” – revista;

– Pasta com materiais de uma viagem a Espanha e Sul da França em 1953:

– Pasta com materiais, programas, bilhetes, fotos, e notas manuscritas de um cruzeiro realizado pelo Mediterrâneo em Setembro de 1955:

00400

Cartaz da Exposição de Bibliografia Portuguesa de Seguros.

– Pasta com materiais relativos à I Exposição de Bibliografia Portuguesa de Seguros (13 a 27 de Janeiro de 1959), organizada pelo Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros do Distrito de Lisboa;  (inclui correspondência sobre a exposição, recortes, os cartazes e as legendas utilizadas na exposição, separatas e brochuras sobre seguros, apólices antigas, notas manuscritas sobre a história dos seguros, etc.);

– Actividade na Maçonaria

MAÇONARIA – LOJA “JUSTIÇA” DA FIGUEIRA DA FOZ – CARIMBO

– Actividade nos Rotários:

– ver correspondência com vários Rotários

-DISCURSOS ROTÁRIOS DE MAURÍCIO PINTO – MANUSCRITOS E ORIGINAIS DACTILOGRAFADOS

Materiais sobre a Figueira da Foz

– Pasta com relatórios originais  dactilografados sobre o Porto da Figueira em relação com a Companhia de Caminhos de Ferro da Beira Alta (1935);

– Pasta com correspondência, com especialistas nacionais e holandeses,  recortes, e notas manuscritas sobre os azulejos holandeses da Casa do Paço da Figueira da Foz (1945);

– Pasta “Secretariado de Propaganda Nacional – Concurso de Monografias Regionais, 13 de Setembro 1945 (contém o original de António Figueira / Julião Figueira, Figueira da Foz- Praia da Claridade)

 – Castor e Pollux,  Aspectos da Figueira da Foz – No Passado e no Presente (original dactilografado com fotografias coladas)

– Pasta intitulada “Dcoumentação “da ingratidão e da injustiça humanas” – Santa Casa da Misericórdia da Figueira (notas, manuscritos, recortes, brochuras, contabilidade, correspondência e documentos diversos);

0014

Relatório da gestão de Maurício Pinto na Misericórdia.

– Transcrições dactilografadas de documentos realtivos à história da Figueira da Foz (por exemplo: Lavos no tempo do cabralismo; várias obras de Manuel Bruno Pister Andrade, “Vigário de Paião”, etc.)

– Pasta “Cancioneiro da Figueira”;

– Pastas com manuscritos, notas dactilografadas, programas, impressos, recortes,  relativos a festas, espectáculos, sessões de teatro, récitas de poesia, etc. ocorridos na Figueira da Foz  (incluindo as observações pessoais de Maurício Pinto sobre os espectáculos, e alguns manuscritos originais de poemas e palestras);

Viva a Alegria! (Teatro Parque-Cine)
Palestra de Maurício Pinto sobre a “alegria”.
Em Águas de Bacalhau! (Teatro do Grupo caras Direitas, Buarcos).
Progarmas vários: Casino da Figueira, 1924;; Sociedade de Instrução Tavaredense; Orquestra Carvana; Sociedade  Filarmónica Dez de Agosto;.

– Notas, correspondência, manuscritos, impressos, panfletos, sobre a história da Figueira da Foz e suas freguesias (incluindo manuscritos do século XVII e XIX):

“Notícia àcerca do Senhor Bom-Jesus da Vida”

FIGUEIRA DA FOZ: RUA DOS BANHOS (INÍCIO DO SÉCULO XX)

FIGUEIRA DA FOZ: CURSOS DO COLÉGIO ACADEMIA FIGUEIRENSE (1926 -1931)

FIGUEIRA DA FOZ – PRAIA DE PORTUGAL

GUIA TURÍSTICO COMERCIAL INDUSTRIAL DA FIGUEIRA DA FOZ

ASSOCIAÇÃO PROPAGADORA DA LEI DO REGISTO CIVIL / ASSOCIAÇÃO DO REGISTO CIVIL

Colecção de Ephemera:

COLECÇÃO DE EPHEMERA DE MAURÍCIO PINTO

COLECÇÃO DE EPHEMERA DE MAURÍCIO PINTO (2)

 VINHETAS DA QUEIMA DAS FITAS (1950-1960)

 CARIMBOS E SELOS BRANCOS DE INSTITUIÇÕES DA FIGUEIRA DA FOZ

 FIGUEIRA DA FOZ – VÁRIOS

 PUBLICIDADE ESTRANGEIRA

 INDÚSTRIA TÊXTIL : IMAGENS

 INDÚSTRIA TÊXTIL : IMAGENS DE FÁBRICAS

 INDÚSTRIA TÊXTIL : FÁBRICA DE LAVADORES (VILA NOVA DE GAIA)

 PUBLICIDADE DE TINTAS

VINHETAS PUBLICITÁRIAS DA FIGUEIRA DA FOZ

 RÓTULOS DE VINHOS

PENSÕES E HOTÉIS

PENSÕES E HOTÉIS DA FIGUEIRA DA FOZ

VINHETAS DE ASSISTÊNCIA

VINHETAS PUBLICITÁRIAS

 CAPAS DE BLOCOS DE PAPEL DE CARTA

 ICONOGRAFIA, EX.LIBRIS, PUBLICIDADE

COLÉGIO LICEU FIGUEIRENSE (1910)

 FIGOS DA FIGUEIRA DA FOZ

OBRAS PÚBLICAS PARA O MELHORAMENTO DA BARRA E PORTO DA FIGUEIRA [DA FOZ]

ADMINISTRAÇÃO DO CONCELHO DA FIGUEIRA DA FOZ

Correspondência (em organização)

IMG_1715IMG_1716 

Correspondência de Maurício Pinto

Uma parte significativa da correspondência de Maurício Pinto encontra-se organizada pelo próprio em pequenas pastas de cartão, forradas  a papel creme, com indicação do nome do correspondente escrita à máquina, e atadas con um cordel branco. Nalguns casos as pastas têm mais do que um nome agrupado, ou a referência a uma instituição (como os Rotários). Na listagem feita a seguir mantem-se sempre que possível a organização original da correspondência, a que será depois anexada as cartas e postais avulsos.

00188

Abílio Águas recebe Mário Soares nos EUA.

– Correspondência, documentos, recortes  de Abílio de Oliveira Águas

(esta pasta que compreende correspondência com Maurício Pinto e Judite Mendes de Abreu,  será objecto de uma nota própria pelo seu interesse para a história da oposição portuguesa nos EUA.  Abílio Águas (1890-1981) depois de uma carreira colonial, veio para os EUA, onde foi nomeado consul de Portugal em Providence em 1925, lugar que abandonou por discordar com o regime da ditadura, desenvolveu uma grande actividade junto dos portugueses na Nova Inglaterra,  de carácter social, cultural e político  até depois do 25 de Abril. )

0016

Bilhete enviado a Maurício Pinto sobre a oposição, 1945.
Poema de Abílio Águas, Providence, 1927.
Referência nas actas do Congresso a uma intervenção da congressista pelo Massachusetts, Heclker, a Abílio Águas, 11 de Ourubro de 1974.
Carta de Abílio Águas a Judite Mendes de Abreu referindo manobras do regime nas comunidades e com um artigo de Henrique Galvão em anexo, Taunton, MA, 5 de Dezembro de 1964.
Carta de Abílio Águas a Judite Mendes de Abreu referindo a visita de Mário Soares aos EUA, Berkley, MA, 4 de Novembro de 1970.
Carta de Abílio Águas a Judite Mendes de Abreu sobre o “Saara” da Figueira, Berkley, MA, 30 de Agosto de 1975.

– Egidio Aires

– Fausto Pereira de Almeida

–  Armando Carneiro

– Augusto Dias Coimbra

– António Dias

– Carlos Estorninho

– António Monteiro da Fonseca

– Júlio Guimarães

– Eduardo Augusto Pinto de Magalhães

– J. Fernandes Santa Maria

 – Everard Martins

– A. Argel de Melo

– cap. José Brandão Pereira de Melo

– Vasco Nogueira de Oliveira

– Augusto Santos Pinto

– F. Cortez Pinto

– Ermete Pires

– José Ribeiro

– Rotários

– Octaviano Sá

– Adriano Santos

– Silva Sousa

 – Ernesto Tomé

Fotografias 

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta