Posted by: JPP | 10/11/2017

EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA (DE 6 A 12 DE NOVEMBRO DE 2017)

EM CONSTRUÇÃO / A ACTUALIZAÇÃO SERÁ PERMANENTE ATÉ DOMINGO / O BLOGUE HABITUAL CONTINUA A CRESCER EM BAIXO

*

FAÇA PARTE DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL EPHEMERA ©

Os primeiros 100 associados já estão inscritos. Está-se a proceder ao pagamento das quotas e à emissão dos respectivos recibos.

Todos são bem vindos

*

CONFERÊNCIAS EPHEMERAS:

16 de novembro de 2017 

(R. Nova do Almada 72, 1249-098 Lisboa)

Bruno Caseirão, Licenciado em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa é doutorando em Estudos Artísticos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigador e docente do ensino superior e no Conservatório de Música da Metropolitana, é autor de programas de rádio para a RDP – Antena 2 onde, entre outros ciclos, se destacam História da Música Portuguesa; Ciclo Frederico de Freitas; a Integral das Sonatas para Piano de Beethoven; A Música do Diabo, ciclo sobre a Música na Alemanha durante o Período Nazi; A Portuguesa, A música da República aquando do seu centenário em 2010; O Mito de Fausto, Uma ponte entre música e literatura e, mais recentemente, Amor e Morte na Ópera. Tendo participado como membro do júri nos Concursos Anuais do Instituto das Artes do Ministério da Cultura e na Categoria de Música de Câmara nos Prémios Jovens Músicos. Foi ainda responsável pelo projecto Viva Ópera no Teatro Nacional de São Carlos onde é colaborador assíduo bem como do Jornal de Letras. Coordenou os ciclos Soli Deo gloria, em torno das Suites para Violoncelo de Johann Sebastian Bach, na Capela do Rato, e As Letras da Música – D. João, Fausto e Tristão, Em torno dos Grandes Mitos Ocidentais Vertidos em Música, no Centro Cultural de Belém.

*

Bruno Caseirão está a preparar um livro para a Colecção Ephemera da Tinta da China com estes materiais.

*

O “EPHEMERA” VAI TER UM PROGRAMA SEMANAL NA TVI24

Resultado de imagem para tvi24 logotipo

Data prevista de início: 18 de Novembro, a seguir ao noticiário das 21 horas, com um primeiro programa intitulado “Curiosidade”.

*

APELO:  ARMAZENAMENTO NA GRANDE LISBOA

Tudo indica já estar resolvido em excelentes condições. Em breve, mais detalhes.

*

AGRADECIMENTOS E ENTRADAS

PASTAS ENTRADAS NO ARQUIVO

(em breve.)

*

Agradeço a José da Silva Ferreira a oferta de um conjunto de documentos, periódicos e panfletos relativos ao sindicalismo médico nos anos a seguir ao 25 de Abril.

*

Agradeço a Carlos Ardisson os materiais de propaganda política das candidaturas que protagonizou à Junta de Freguesia do Parque das Nações (Lisboa), em 2013 e 2017, entre os quais se destaca uma lona de 8 metros.

*

Agradeço a Jerónimo Faustino mais uma série de panfletos e cartazes iranianos relativos às últimas eleições presidenciais e locais.

*

Entrou para o Núcleo da Família Pacheco Pereira mais um documento, neste caso a célebre sentença que foi aplicada aos implicados na chamada “revolta do Vinho do Porto” em 1757. A dureza das penas levou este João Pacheco Pereira a entrar na literatura como um dos grandes repressores da história portuguesas (veja-se por exemplo a peça de teatro O Motim de Miguel Franco).

*

 

 

 

Agradeço a Álvaro Borralho a oferta de um conjunto de publicações dos tempos do PREC, livros e folhetos. assim como a sua tese de doutoramento A Sagrada Aliança. Campo religioso e campo político nos Açores, 1974-1996, Editora Mundos Sociais, 2013.

*

ACTIVIDADES

Debate com Steven Pinker (Forum do Futuro, 11 de Novembro de 2017).

*

*

Arquivo dos estudantes do Técnico vai ser exposto para evitar revisionismo histórico

(Diário de Notícias, 2 de Novembro de 2017)

O arquivo dos estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) vai ser integrado no do IST, com a ajuda de José Pacheco Pereira, e mostrado numa exposição que pretende contribua para impedir o revisionismo histórico do período do Estado Novo.

O arquivo histórico da AEIST vai ser integrado no do Instituto Superior Técnico, da Universidade de Lisboa (ULisboa), com a ajuda da Ephemera, a biblioteca e arquivos públicos do político e historiador José Pacheco Pereira.

“Quem estuda a história dos últimos anos de ditadura não tem nenhuma dúvida da importância da luta estudantil na sua queda”, afirmou o político e historiador, que criticou os historiadores “com uma visão mais branda” do período do Estado Novo que passam a mensagem de que o ativismo político dos estudantes neste tempo tinha apenas como fim preparar “uma carreira”.

“Esta foi uma geração de coragem, vamos lá ser francos. Ninguém pensava neste tempo na carreira”, disse, recordando os muitos estudantes que neste tempo foram presos.

José Pacheco Pereira disse que o objetivo da exposição “é impedir o esquecimento da história e a revisão do passado”, assim como “dignificar os que souberam resistir e tiveram um papel importante para a democracia”.

“Queremos restituir parte da memória coletiva, impedir que seja adulterado o passado e passar o testemunho a quem, felizmente, não teve esta experiência”, resumiu.

O protocolo para a transferência do arquivo foi hoje assinado no Salão Nobre do IST, em Lisboa, pelo presidente da AEIST, João Silva, e pelo presidente do IST, Arlindo Oliveira, na presença do reitor da ULisboa, António Cruz Serra, e de José Pacheco Pereira, dono do acervo da Ephemera, numa cerimónia que também foi de homenagem ao antigo ministro da Ciência, José Mariano Gago, ex-aluno da instituição.

Até ao final de 2017 estava prevista uma exposição com o arquivo da AEIST, um evento que só vai acontecer em maio de 2018, que pretende mostrar a importância do movimento estudantil do IST na queda da ditadura, “num momento muito peculiar” de intervenção dos estudantes universitários, que teve início em 1966 e que atravessou acontecimentos históricos como o “Maio de 68”, do ponto de vista de intervenção estudantil, mas também a guerra do Vietname e a guerra colonial, recordou Pacheco Pereira.

Em homenagem a Mariano Gago, a AEIST anunciou hoje o lançamento de uma bolsa de estudo, a ter início no próximo ano letivo, que vai pagar o primeiro ano de propinas a um aluno de 1.º ano em situação de 1.ª matrícula que não tenha conseguido uma bolsa de ação social do Estado.

*

AGENDA

 

LOCAL DATA ACTIVIDADE
FIGUEIRA DA FOZ  Novembro de 2017 _____________________________

Inauguração do Ponto de Recolha.

VIANA DO CASTELO

 

Novembro de 2017 _____________________________

Exposição sobre as Eleições Presidenciais Americanas de 2016.

*

EM ACTUALIZAÇÃO

O ESFORÇO DAS AUTÁRQUICAS:

12.115 CANDIDATURAS (CONCELHOS E FREGUESIAS)

O TRABALHO DE RECOLHA NÃO ACABA COM AS ELEIÇÕES!

Pedimos a todos os nossos amigos e voluntários e aos responsáveis pelas campanhas que guardem um conjunto do material eleitoral (panfletos, cartazes, brindes, T-shirts, etc.) para ficar no ARQUIVO EPHEMERA. Podem sinalizar-nos o local e tentamos ir lá buscar as coisas, podem entrega-las nos locais de recolha do EPHEMERA em todo o país (Galerias Mira no Porto, Café Girassol em Viana do Castelo, Café Santa Cruz em Coimbra, Livraria Ler Devagar na Lx Factory em Lisboa), ou envia-las pelo correio para a ASSOCIAÇÃO CULTURAL EPHEMERA (Rua Brito Camacho, 6; 2014-158 Vila da Marmeleira, Rio Maior).

 *

EM ACTUALIZAÇÃO

AUTÁRQUICAS 2017 – MAPA DOS MATERIAIS E FOTOS QUE INGRESSARAM NO ARQUIVO

NOVO – Duas páginas e um mapa  para ajudar a acompanhar o trabalho das autárquicas:

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE 2017

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE 2017 – CONCELHOS E FREGUESIAS  (Pagina em construção)

Em ambos os casos, o material recenseado é o públicado, não o recebido e por publicar.

*

COBERTURA 

 (com pelo menos uma lista)

 *

NOVIDADES NO SITE DO EPHEMERA:

Fotografias dos eventos mais recentes.

(Mais em breve.)

*

APELOS

CATALUNHA

Nestes dias “quentes” na Catalunha, precisamos de tudo: panfletos, cartazes, bandeiras, pins, autocolantes,  fotografias das ruas e das paredes.

Obrigado.

O DETECTIVE DOS ARQUIVOS

*

EPHEMERA POR (QUASE) TODO O LADO

LISBOA

26 de março de 2016

TRABALHOS

Organização do Espólio do Coronel Sousa e Castro; correspondência de Maurício Pinto; papéis do movimento estudantil; colecções de autocolantes; espólio de José Borrego, etc.

Recolhas autárquicas.

PORTO

img_3608

EPHEMERAS recolhas no  MIRA FORUM

PORTOCopy of 2 de agosto de 2016 BASE DE DADOS SOBRE O MOVIMENTO ESTUDANTIL DO PORTO.

COIMBRA Recolhas no Café Santa Cruz.
TORRES VEDRAS

Picture

 Recolhas autárquicas.
VIANA DO CASTELO

Picture

Digitalização dos materiais da exposição sobre as Autárquicas em Viana do Castelo (1976-2013).

Recolhas autárquicas.

*

EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA (DE 30 DE OUTUBRO A 5 DE NOVEMBRO DE 2017)

*

 

*


Deixar uma resposta

Categorias