PLATAFORMA “SALVAR A FÁBRICA CONFIANÇA” (BRAGA)

“(…) Em 2012 a Câmara de Braga expropriou o imóvel da ex-Fábrica Confiança para o transformar num espaço cultural. As negociações na altura foram conduzidas pelo Vereador da Oposição, Ricardo Rio, que hoje é presidente da Câmara, e visavam proteger o último edifício da tímida industrialização de Braga de finais do séc. XIX e início do XX.
A Saboaria e Perfumaria Confiança – entretanto adquirida pela rival Ach. Brito – ainda existe e foi durante décadas a grande marca de Braga. Além de ter significado trabalho para milhares de bracarenses desde 1894, era uma empresa que concedia inúmeras regalias, melhor documentadas no livro «Uma História de Confiança”, do designer Nuno Coelho. A Confiança era também das poucas fábricas do País que dispunha de uma sala de teatro para os trabalhadores, onde se faziam espectáculos e se projetava cinema (a partir dos anos 50). Pode ler mais em salvarafabricaconfianca.org
Apesar do enorme consenso na aquisição, Ricardo Rio decidiu em setembro vender o edifício a privados sem qualquer garantia da sua preservação (com excepção das fachadas).  Será também a perda da possibilidade de ali, agora ou mais tarde, se construir um Museu da Cidade e um equipamento cultural. A Junta de Freguesia de S. Vitor (31.000h) onde se situa a Fábrica tem interesse em reabilitar e dinamizar este edifício, assim como têm 18 associações culturais de Braga.”

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta