ENTRADAS – OS “JORNAIS” MANUSCRITOS E DACTILOSCRITOS DE JOSÉ MIRA


Agradeço a António Capucho a oferta do conjunto de “publicações” de José Mira, já falecido (ver em anexo uma sua entrevista autobiográfica). Trata-se de um  conjunto numeroso de pequenos jornais manuscritos e dactiloscritos, entre o fanzine e o jornal ciclostilado, cobrindo várias matérias desde o final dos anos quarenta do século XX, até à década de 2000. São muitas dezenas de exmplares correspondendo a uma série de títulos, entre os quais:

Jornal da Caserna (20 números, falta o nº 15, 1947)

Mensáro Laranja (2000-2007)

Exemplares de Mensário Laranja.

Interior do Mensário Laranja.

Suplemento.

No seu interior estão publicados muitos poemas e desenhos de José Mira comentando a actualidade política e social. Embora a colecção do Mensário Laranja não esteja completa, é muito provável que seja a mais completa existente, dado que Mira considerava António Capucho um seu leitor muito especial, a quem enviava pelo correio o seu “jornal”.

A digitalização da colecção e uma análise mais detalhada será feita em breve.

 

ANEXO

IMAGEM1IMAGEM2DATATÍTULOAUTORORGBIOGEOEVENTOORIGEMNOTAS










2006/07/30-08/05CORREO DA MANHÃMIRA, JOSÉ

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta