LIVROS APREENDIDOS (1972)

Agradeço a José Eduardo Franco de Sousa a oferta de um conjunto de documentação relativa a uma apreensão de centenas de livros (cerca de 450) feita no dia 16 de Março de 1972, primeiro pessoalmente à porta da Livraria Devir e depois em sua casa.  Vários protestos foram feitos quer à DGS quer aos tribunais, sem resposta.

Entre a documentação que agora entrou no ARQUIVO EPHEMERA, contam-se uma listagem manuscrita dos livros apreendidos e várias fotografias tiradas pela DGS.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply