EPHEMERA DIÁRIO (2ª SÉRIE) – O BALÃO QUE TEMOS PENA NÃO TER IDO PARA OS CÉUS DO BARREIRO (4 DE MARÇO DE 2021)

Temos sucessos e falhanços. Um desses falhanços foi não termos conseguido um Trump Baby. E tentámos, falámos com os criadores do balão, propusemos comprar uma das cópias que foram feitas junto com o original. Não conseguimos nada e o Trump Baby foi para um museu em Londres que percebeu a importância de conservar a memória do dia em que, naquela cidade, o balão subiu pela primeira vez aos ares. Temos alguns insufláveis do mesmo tipo, um Lula, o “Pixuleco” e uma Dilma “Bandilma”, mas imaginem o gosto que teríamos em fazer subir aos céus do Barreiro o Trump Baby. Fica para outra vez.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply