NO DIA 10 DE JUNHO, NO DIA DOS ARQUIVOS NO BARREIRO, O EPHEMERA EXPÕE NA RUA UMA SELECÇÃO DA SUA COLECÇÃO DE FOTOGRAFIAS

 

Exposição comemorativa do Dia Internacional dos Arquivos

O Ephemera associa-se à comemoração do Dia Internacional dos Arquivos através de uma exposição de fotografias que representam cenas públicas e privadas desde o final do século XIX até aos nossos dias. As fotografias do Ephemera têm origem em espólios, doações ou ainda aquisições em feiras e leilões.

As fotografias que aqui se podem ver acompanham o desenvolvimento da fotografia. Fotografias de estúdio a registar momentos específicos e com a imobilidade dos fotografados, por vezes os fotógrafos deslocavam-se a casas particulares para fazer fotografias de grupo.

No início do século XX surgem as máquinas portáteis permitindo a fotografia de rua, ou mesmo intimista nas casas, fábricas, escritórios. São exemplos disso as fotografias de militares nas ex-colónias e que representam a sua vida quotidiana.

É de realçar ainda o trabalho dos repórteres fotográficos que clicavam as figuras públicas nos teatros de representação.

E, por fim, no auge da democratização da fotografia, a era digital, podem ver-se as fotografias tiradas com câmara digitais, telemóveis, representando cenas do quotidiano e de autores desconhecidos.

A colecção de fotografias do Arquivo Ephemera tem milhares de exemplares, nacionais e internacionais, cobrindo desde a vida quotidiana à reportagem jornalística das cenas históricas, as pessoas comuns, os militares em África, a burguesia no princípio do século, a vida na Índia e o Carnaval em Torres abrangendo um período desde o final do século XIX até aos nossos dias.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL EPHEMERA

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply