ENTRADAS: PAPÉIS, DOCUMENTOS, REVISTAS E LIVROS DO ESPÓLIO DE MOISÉS DA SILVA RAMOS

Têm aparecido no mercado de livros e velharias um conjunto de papéis, documentos, revistas,  jornais e livros, com origem no espólio do anarquista e cooperativista Moisés da Silva Ramos, falecido em 2000. O espólio fragmentou-se e parece estar disperso em várias mãos, quer de vendedores, quer de compradores. Aqui, em seguida, deixo uma pequena amostra dos seus livros não-portugueses que adquiri, tendo também conseguido alguns papéis relativos ao Ateneu Cooperativo e à Associação de Inquilinos Lisbonenses, organizações que muito devem a Moisés da Silva Ramos.

Moisés da Silva Ramos foi engenheiro de profissão e desde muito novo militou em organizações anarquistas como as Juventudes Libertárias,  e participou nalgumas “acções directas” contra a guerra de Espanha. Mais tarde, em conjunto com António Sérgio, teve uma participação activa no movimento cooperativo e aderiu ao MAR na década de sessenta. Depois do 25 de Abril, voltou de novo ao terreno de um anarquismo mais ideológico e organizacional apoiando o jornal A Batalha e outros projectos de publicações ligados aos velhos e novos anarquistas que podiam, muitos anos depois, actuar em condições de liberdade.

(Ver João Freire, “Moisés Ramos: um sonhador com os pés na terra”, Singularidades, 17, Maio de 2001.)

1 Trackback / Pingback

  1. Um Militante Libertário – Moisés Silva Ramos, personagem sabiamente polémico | Colectivo Libertario Évora

Deixar uma resposta