Posted by: JPP | 17/09/2017

EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA (DE 11 A 17 DE SETEMBRO DE 2017)

EM CONSTRUÇÃO / A ACTUALIZAÇÃO SERÁ PERMANENTE ATÉ DOMINGO / O BLOGUE HABITUAL CONTINUA A CRESCER EM BAIXO

*

FAÇA PARTE DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL EPHEMERA ©

*

O ESFORÇO DAS AUTÁRQUICAS

Estamos no pico da actividade eleitoral das autárquicas. Milhares de freguesias e centenas de concelhos estão inundados de propaganda eleitoral, e as últimas colocações de cartazes com apelo directo ao voto começam a aparecer, o que significa que estão também as desaparecer as primeiras séries de cartazes eleitorais. Programas e panfletos, listas de nomes e fotografias estão a ser distribuídos por toda a parte, e,  nas ruas, toda a parafernália de “brindes” são oferecidas ao “povo”. O que não recolhemos esta semana, dificilmente será recuperado e todos os nossos amigos tem feito um enorme esforço, com a entrada (ainda por publicar) de quase 500 fotografias e muitas centenas de papéis, bandeiras, emblemas, autocolantes, dísiticos, T-shirts, material escolar, etc. . O nosso objectivo primeiro é a recolha e não a publicação, que certamente continuará durante muito mais tempo para além das eleições, como acontece com materiais de 2013 que ainda estão por publicar, mas estão seguros.  Está também no tempo de visitar as sedes, que agora estão mais tempo abertas e que são a maneira mais eficaz de recolher muito material. É que estamos a fazer, vários amigos e voluntários, em Oeiras, Lisboa, Porto, Matosinhos, e um pouco por todo o lado.

Sedes visitadas nos últimos dias em Matosinhos: a do Movimento Sim!, do PS, e da candidatura de Narciso de Miranda, com a recolha de centenas de espécimes de propaganda eleitoral.

*

AUTÁRQUICAS 2017 – MAPA DOS MATERIAIS E FOTOS QUE INGRESSARAM NO ARQUIVO

NOVO – Duas páginas e um mapa  para ajudar a acompanhar o trabalho das autárquicas:

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE 2017

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DE 2017 – CONCELHOS E FREGUESIAS  (Pagina em construção)

Em ambos os casos, o material recenseado é o públicado, não o recebido e por publicar.

*

COBERTURA 

 (com pelo menos uma lista)

*

Amigos e voluntários que têm vindo a recolher informação das campanhas, entre os quais (lista sempre a ser actualizada): Joana Pulido, Ricardo Morais, Jorge Nunes, Rogério Santos, Emanuel Tiago, Hélder Rodrigues, Ana Pinto, João Rebelo Martins, Luís Miguel Vinagre, António Leal, Júlio Sequeira, Mafalda Viana, Mafalda Braz Teixeira, Catarina Horta, Ana Calçada, Rui Henriques, Manuel Seixas, António Rosa, Rita Maltez, Irene Simões, Jorge Henriques, Maximiano Pinto, Maria Faustino, Isabel Campos (e os amigos de Viana), Bernardo Gouveia, Joaquim Matos, Vítor Crespo, Manuel Modas, Graciete Caldeira, José Carlos Santos,  Eduardo Costa Pinto, Renato Soeiro, Patrícia Seixas, José Manuel Rocha, Tiago Salgueiro, António Aguiar, Helder Barros, Ana Maria Abrantes, Tiago Ferreira, Ascenso Simões, Joaquim Bastos, Rui Dinis Silva, Henrique Sá-Melo, Pedro Silveira, Pedro Madureira, Luís Pinto, Armando Martinho, Helder Barros, Vítor Lemos, Isabel Arantes, Fabian Figueiredo, Gonçalo Brito Graça, Helder Rodrigues, João Capote, Catarina Ruivo, Jaime Silva, Manuel Peixoto, John Rosas Baker, João Grenha, Agostinho Silva, Carlos Gonçalves, António M., Pedro Mestre  e muitos outros.

Cerca de 3000 emails com informação sobre as autárquicas foram recebidos entre Julho e Setembro, cerca de 1000 fotografias e panfletos estão ainda por publicar. Como muitas actualizações são invisíveis porque ocorrem em partes mais antigas do blogue, a melhor maneira de acompanhar o estado de cada entrada é através da página listando o conjunto das entradas.

*

EM 15 DE SETEMBRO EM VIANA DO CASTELO

TEXTO INTRODUTÓRIO DA EXPOSIÇÃO

Já passaram cerca de 41 anos.

Em 12 de Dezembro de 1976, portuguesas e portuguesas puderam, através do direito de voto conquistado com Abril de 1974, escolher os seus representantes na gestão das suas comunidades.

O município, instituição portuguesa de referência da cultura político-administrativa portuguesa, foi devolvido aos cidadãos, permitindo-lhes a participação na gestão da coisa pública local, que desde a Idade Média marcou em Portugal a forma de exercício do poder pelo povo.

A partir desse dia, do ano de 1976, centenas de homens e mulheres de Viana do Castelo, a exemplo de muitos outros cidadãos portugueses, começaram também a participar no mesmo processo politico, cívico e democrático dos seus compatriotas – a democracia de proximidade – o Poder Local.

É dessa participação cívica e política democráticas de cidadãos politicamente ativos no concelho de Viana do Castelo  que o grupo de voluntários associados à EPHEMERA – Biblioteca e Arquivo de José Pacheco Pereira, de Viana do Castelo quis dar testemunho, homenageando a sua memória. E puseram pés e mãos ao caminho.

Já que os suportes institucionais da memória em Portugal, emparceiram na diabolização do papel e na sua guarda, a memória fica nas mãos de quem, por gosto e resiliência temporal, guarda o lixo útil pondo-o à disposição da comunidade. Foi a esses cidadãos anónimos que recorremos.

Dessa recolha, não conseguimos documentação associada a atos eleitorais autárquicos de alguns anos, de alguns partidos e movimento e de alguns anos. É preciso tempo. Por isso apelamos a que não deite nada fora. Nós aproveitamos tudo.

A MEMÓRIA de um povo e o FUTURO agradecem.

ORGANIZAÇÃO – Núcleo de voluntários da EPHEMERA em Viana do Castelo

António Cruz – António Novo – Fernanda Casal – Isabel Campos – Isabel Carvalho José Escaleira – José Manuel Cristino – Luzia Freitas Rosa – Maria Parra – Rita Arantes Susana Cadilha – Teresa Coutinho

ver ficha detalhada da Exposição.

Aspectos do material exposto (fotos de António Novo).

Ver fotografias da inauguração de Rita Arantes.

*

AGRADECIMENTOS E ENTRADAS

PASTAS ENTRADAS NO ARQUIVO

(Em breve.)

*

Jornal iraniano noticia a vitória de Donald Trump com a legenda de que a Estátua da Liberdade “está a chorar”.

Agradeço ao Embaixador Nunes Barata a oferta de um conjunto de livros e outro material para o ARQUIVO / BIBLIOTECA.

*

Agradeço aos responsáveis pelas sedes de candidatura de António Parada Sim!, Narciso de Miranda por Matosinhos, PS de Matosinhos, PS do Porto, pela amabilidade da sua recepção e pelo esforço de obter e oferecer o maior número de materiais possíveis. Agradeço em particular ao próprio António Parada, a Narciso de Miranda e a Manuel Pizarro, a sua colaboração e a promessa de continuarem a recolher todos os materiais das suas candidaturas até ao dia das eleições.

Dois livros de carácter biográfico oferecidos por Narciso de Miranda.

*

Para a colecção de jornais históricos.

 

*

AGENDA DO EPHEMERA

EM CURSO

img_3608

 

Material do EPHEMERA do Arquivo de José Pacheco Pereira
MIRA FORUM
Rua de Miraflor 159
4300-334, Campanhã
Porto
Horário: terça a sábado das 15h00 às 19h00
Entrada livre

Ver

FOTOS DO EVENTO (António Leal).

*

A 23 DE SETEMBRO NA COVILHÃ

*

CONFERÊNCIAS EPHEMERAS

A ASSOCIAÇÃO CULTURAL EPHEMERA vai organizar uma série de pequenas conferências /palestras/conversas/ debates com alguma regularidade e com temas muito diversos. Essas CONFERÊNCIAS EPHEMERAS incluirão pré-apresentações de livros da colecção, feita em colaboração com a Tinta da China, divulgação de espólios e documentos entrados, temas associados com o papel dos “arquivistas cidadãos”, apresentação de investigações feitas com materiais do ARQUIVO, e, de um modo genérico, tudo que diga respeito ao nosso trabalho.

Essas CONFERÊNCIAS ocorrerão nas Livrarias Férin e Ler Devagar e são abertas ao público.

Bruno Caseirão – Retratos de uma Lisboa Musical.
11 de Outubro de 2017 (data a confirmar)
 
A partir de dois espólios musicais de grande importância, depositados e em investigação na EPHEMERA, procurar-se-á evocar e (re)descobrir, por ventura de forma  inesperada, a vida musical Lisboeta “informal” das décadas de 40-60 do século passado, o que possibilitará também uma melhor compreensão da relação entre determinadas personalidades e as instituições musicais, em particular o Teatro Nacional de São Carlos, e a acção mecenática de Elisa de Sousa Pedroso e do Círculo de Cultura Musical.

*

Júlia Leitão de Barros sobre o modo como se moldou a Censura nos seus primeiros anos (a partir dos fundos existentes no ARQUIVO sobre a Censura nos anos trinta).

*

O “EPHEMERA” VAI TER UM PROGRAMA SEMANAL NA TVI24

A começar em Outubro.

 *

NOVIDADES NO SITE DO EPHEMERA:

(Em breve.)

*

APELOS

*

O DETECTIVE DOS ARQUIVOS

(Em breve.)

*

EPHEMERA EM LISBOA/ PORTO/ TORRES VEDRAS / VIANA DO CASTELO

TRABALHOS NA  26 de março de 2016

*

Ver aqui.

EPHEMERAS recolhas no  MIRA FORUM

TRABALHOS EM VIANA DO CASTELO

*

 

Ver EPHEMERA – NOTÍCIAS DA SEMANA (DE 28 DE AGOSTO A 3 DE SETEMBRO DE 2017)

*


Deixar uma resposta

Categorias