NÚCLEO DO TEMPO NO EPHEMERA: Coisas do Ephemera – Swatch – A Guide for Connoisseurs and Collectors

“Á beira de comemorar 40 anos, o Swatch terá sido a mais pequena tela alguma vez usada em comum por criadores de todo o mundo para dar asas à sua imaginação. Designers, pintores e outros artistas plásticos, cineastas, músicos, graffiters, estilistas já usaram o pequeno espaço disponível para deixar uma mensagem estética que vai muito para lá da função de ler o Tempo.

Lançado em 1983, o Swatch é um objecto da cultura Pop. O empresário que está por detrás do conceito, Nicolas Hayek, conseguiu, com o êxito obtido, criar o maior grupo relojoeiro do mundo, o Swatch Group, que congrega marcas que vão de Breguet a Flik Flak, passando por Omega, Longines, Tissot ou, claro a própria Swatch. Hayek faleceu em 2010, mas o grupo, cotado em bolsa, continua a ser controlado pela família.

O fenómeno Swatch foi, entretanto, perdendo algum fulgor. O que é natural. Mas a recente parceria com o MOMA parece indicar que a relação entre a marca e a arte continua dinâmica.

No Núcleo do Tempo do Arquivo Ephemera existe um exemplar de Swatch – A Guide for Connoisseurs and Collectors, de 1998. Escrito por Frank Edwards, figura durante décadas ligada à indústria relojoeira, o livro conta as origens da marca, apresenta alguns dos seus modelos mais procurados e revela pormenores de uma aventura que constitui um case study ainda hoje estudado nos cursos de Economia, Gestão ou Marketing.”

Mais, no blogue de Fernando Correia de Oliveira, Estação Cronográfica.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply